domingo, 27 de maio de 2012

Brasileiros na Croácia



Ano passado fui convidada a guiar um grupo de brasileiros que viria em maio para Croácia. Combinei com o Beto Conte, o organizador, que faria uma apresentação no Papo Viajante do Brasas, em janeiro, quando estivesse em Porto Alegre. Cheguei a dar entrevista na rádio Ipanema para divulgar o evento.  Foi muito legal, conheci bastante gente querida e interessada sobre a Croácia,  que viria nesse tour.
Esses últimos 3 dias, tive o prazer de receber o grupo aqui em Zagreb. Foi muito divertido, fizemos os tours, passeios por museus, galerias e restaurantes. 
É muito gostoso para mim guiar brasileiros, ainda mais pessoas que já conhecia. Espero que tenham gostado e que voltem à Croácia!
P.S Deixo o link do blog do Beto que fala sobre a viagem por aqui, quem quiser acompanhar!
P.S 2 Beto, muito obrigada pelo convite!

terça-feira, 22 de maio de 2012

Casinha de fim de semana

Fim de semana passado fomos visitar um casal de amigos na casinha de fim de semana deles. Aqui é comum as pessoas terem uma casa no campo ou na praia. Coisa boa! Passamos o dia lá comendo morangos fresquinhos, cortando a grama, brincando com as crianças que são muito fofas! 
Adorei a casa, tri simples, de madeira e bem típica da região de Zagorje. A decoração era muito fofa e pedi pra tirar umas fotos pra poder postar aqui. Depois de ficar na grama, curtindo a natureza, me deu vontade de ter a minha própria casinha. Será que um dia ainda terei? Boa pergunta! 





quinta-feira, 17 de maio de 2012

Segunda Semana Brasileira na Faculdade de Zagreb

Semana que vem ocorrerá a Segunda Semana Brasileira na Faculdade de Zagreb! Mais uma vez faço parte da organização do evento que contará este ano com palestras, oficinas e filmes. Teremos uma professora que virá do Brasil para falar sobre a Sociedade Brasileira Contemporânea, os alunos aprenderão como fazer coxinha de galinha, pulseirinhas de palha além de discutirem com croatas que estiveram no nosso país. A Semana será aberta à comunidade e quem quiser poderá assistir a recentes filmes brasileiros. Estão todos convidados! 

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Vitor Ramil

Não me considero fã de ninguém, mas gosto muito do músico e compositor Vitor Ramil. Meu pai me mandou o link com este vídeo e fiquei com vontade de postar. Achei muito legal a ideia dele de convidar as pessoas para ajudarem a financiar o seu álbum.
Pra quem não conhece, o Vitor Ramil é o irmão do Kleiton e Kledir, tem músicas muito lindas e fez parceria com o Lenine, Marcos Suzano, Hermeto Pascoal entre outros. 
Boa sorte, Vitor!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Pula, Pola

Como já disse em outro post, na Istria (região na península), fala-se croata e italiano. Tanto as cidades como as ruas têm o nome nas duas línguas.
Esse fim de semana fomos à Pula. Desta vez, tive mais tempo para desfrutar, conhecer melhor e aproveitar. Passeamos, fomos na Arena, comemos muitíssimo bem, descansamos e ficamos de perna pro ar.
A Arena em si é a maior atração da cidade. Com 2000 anos, é um espetáculo a parte, algo que realmente nos faz pensar como o homem pode construir coisas belas. Entramos, peguei o tour guiado e fiquei imaginando os gladiadores, as pessoas que assistiam às lutas, como era a vida naquela época. Muita coisa mudou neste meio tempo, mas a energia do local permanece. 
Uma das coisas que gosto muito desta região, é a arquitetura de influência italiana, acho um charme. Os prédios coloridos, meio que caindo aos pedaços, o uso de pedra nas casas, a maneira que construíam os bairros. Caminhar sem rumo pelas ruelinhas é uma das coisas que mais gosto de fazer. O mar dá um contraste lindo com as pedras brancas das casas. As ruas estão cobertas de flores, rosas e papoulas, um colorido único!
Sinto que voltei pra casa um pouco recarregada e com mais energia pra seguir!



P.S Estavámos com 30 graus no domingo e a previsão era de mudança no tempo, chuva e frio. Ontem acordamos com 9 graus e no caminho pra casa passamos por locais com a temperatura de 1 grau e tudo nevado! Incrível! Parecia inverno!!! Uma loucura.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Esculturas de Degas

Esses dias vi a exposição das esculturas de Edgar Degas, na Galeria Klovicevi Dvori. Fiquei encantada com as obras, além de conhecer um pouco mais sobre este fantástico impressionista.
Dancei ballet quando era pequena e adolescente. Uma vez, fiz uma apresentação baseada nos quadros de Degas. Estudamos bastante o seu trabalho, vida e pinturas. Desde então, me tornei grande admiradora.
Toda vez que vejo um quadro ao vivo me sinto muito emocionada. Poder ver as suas esculturas, a leveza e sensibilidade no olhar e gestos é algo que me impressiona muito.
 Adorei assitir ao vídeo sobre Degas, saber um pouco mais sobre a sua vida, a paixão pelo ballet e cavalos, suas dificuldades na visão com o passar dos anos, a solidão e as inovações do seu trabalho. Recomendo que vejam a exposição, aqui ou em qualquer parte, é fascinante. Em Zagreb, dura até domingo.


segunda-feira, 7 de maio de 2012

Favas verdes

Ontem foi um dia bem típico. Fomos na feira do bairro, compramos legumes frescos, tomamos café na rua, almoçamos em casa, conversei com a família no skype e recebemos visitas de noite! 
Uma das minhas compras foram as favas verdes. Provei-as uns dois anos atrás e nunca mais tinha comido. Adorei! Minha sogra fez na praia com massa e achei interessante a combinação. Ontem descasquei as favas e hoje resolvi cozinhá-las. Como nunca tinha feito, procurei na internet algumas receitas e liguei pra minha sogra pra confirmar como se faz. Descobri que podem ser comidas com massa, como sopa, feitas com carne ou comer com pão. Fiz um refogadinho com páprica e agora vou provar!
P.S Fiquei pensando se no Brasil se tem o costume de comer favas. Não me lembro de ver muitas la´em Porto Alegre... 



domingo, 6 de maio de 2012

Estátuas de Zagreb

Uma coisa que me chama a atenção e que gosto em Zagreb, são as estátuas. Por onde quer que tu ande, sempre tem alguma. Posso dizer que dá pra fazer um passeio pela história e literatura somente através delas. 
Esta é a segunda estátua do São Jorge, a primeira já postei aqui http://marilia-umabrasileiranacroacia.blogspot.com/2011/04/sao-jorge-sveti-juraj.html, se encontra na Praça do Marechal Tito, considerado o quarteirão mais bonito de Zagreb. 

Acho interessante ver esculturas de personagens de livros pela cidade. É como se ele saíssem e ganhassem vida. Cada vez que vejo um, me dá vontade de saber mais sobre ele e ler a sua história. Não deixa de ser uma boa forma de incentivar a leitura e decorar a cidade.  
Essa outra estátua é a da Dora Krupićeva, personagem do livro O ouro do ourives, do escritor August Šenoa. Resumidamente, a história se trata da versão croata de Romeu e Julieta. Como vocês podem ver, ela segura simbolicamente uma chave que é a da Cidade Alta. Pra quem tem curiosidade, pode se ver a verdadeira no Museu de Zagreb, ali pertinho.  



sexta-feira, 4 de maio de 2012

Quebrando o Tabu

Ontem assisti ao filme Quebrando o Tabu e achei excelente. Fala sobre a busca de soluções para o fracasso da guerra às drogas. Há tempos queria ver e achei no youtube, no link abaixo.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Guerra da Croácia

Desde que vim morar aqui, nunca quis saber muito sobre a Guerra de 1991-95. Lembro que assitimos a um pedaço de um filme de comédia, sobre a guerra, logo que cheguei e fiquei chocada. Não conseguia acreditar que estava vivendo no mesmo lugar, quase entrei em pânico e pedi pro Jerko desligar o filme na hora. Sempre achei um assunto delicado en muito sofrido .
Esse fim de semana, guiei um casal de brasileiros e passamos no Futuro Museu da Guerra da Croácia. Lá há alguns painéis que explicam como ocorreu, além de aviões e tanques usados. A região foi o lugar em que começou a guerra e por isso se vêem marcas de tiros ainda nas casas. No mesmo fim de semana, assisti pela primeira vez, a um documentário sobre a guerra. Vi o quanto os croatas sofreram, estavam despreparados para defenderem-se, quanta gente voluntariou sem ter nunca pego uma arma na mão e morreu. Muito triste.
Nunca terei ideia de quanto o povo croata sofreu e do que ele passou, mas agora está mais claro e entendo muito mais a razão de muitos comportamentos das pessoas daqui. Acho que devemos conhecer a cultura do país em que moramos, para podermos aceitar e respeitar mais.