quarta-feira, 28 de março de 2012

Mousse de amora


Junto ao prato delicioso que fiz ontem no almoço, resolvi experimentar outra receita, mousse de amora! Adoro comidas cor de rosa e roxo, eu sei que é estranho, mas sempre fico encantada com as diferentes colorações quando cozinho, especialmente essas.
Casualmente eu tinha amoras congeladas e os ingredientes na geladeira. Gostei muito do fato de não levar leite condensado, pois a maioria dos doces que faço precisam. Eu tenho um pequeno estoque em casa, mas sempre me dá pena quando preciso usar um deles, pois depois não tem onde comprar!
A receita ficou muito gostosa, bem levinha e ideal para dias quentes. Achei linda e saborosa!
E ah, claro que o amor perfeito na foto da Rita me atraiu mais ainda, pois amo essa flor! Por isso coloquei-a em cima também!
P.S Obviamente dei minha adaptada básica e não coloquei o licor de cassis pois não tinha.

terça-feira, 27 de março de 2012

Risoto de cevadinha, camarão e cenoura


Há horas vi esta receita no site do Panelinha e fiquei muito curiosa. Ontem à noite resolvi deixar de molho a cevadinha e fazer hoje. Como sempre, dei a minha adaptada básica e ficou realmente delicioso e surpreendente. Para uma grande fã de arroz que sou, tenho que admitir que a cevadinha ocupou um novo espaço no meu paladar. Desde que comecei a ler os blogs da Sílvia http://sylribeiro.blogspot.com/ e da Rita http://www.pratodepapel.com/ minha alimentação ganhou novos sabores , cores e tom! Volta e meia dou um pulinho lá pra me inspirar!
Sugiro a quem gosta de provar novas combinações que prove a receita, vale a pena!

segunda-feira, 26 de março de 2012

Turismo em faróis


Esse fim de semana fiquei sabendo que saiu uma reportagem na Zero hora, jornal de Porto Alegre, sobre os faróis croatas. Há um tempo já tinha visto essa oportunidade de se hospedar em um farol e achei o máximo! São 45 faróis em todo o país sendo que em 11 deles se pode hospedar.
Quem tiver interesse, dê uma lida na reportagem abaixo:
Foto: Zero Hora

domingo, 25 de março de 2012

Flores: Narcisos




Essa semana foi uma correria imensa, não tive tempo de postar nada. Tenho trabalhado muito e tentado me acostumar à nova rotina com o começo da temporada de turismo.
O que me inspira, dentro do cansaço, são as belas flores. Ganhei novamente estes lindos narcisos. Fico encantada com o cheiro, as cores e sua beleza.
Uma das coisas que adoro fazer é passar pelo meio das flores, na feira. Há uma mistura de perfumes e cores que fico extasiada! Me lembro da Amelie, no filme, e suas coisas prediletas. Adoro estes pequenos detalhes do dia a dia que transformam as coisas mais simples em especiais e nos fazem mais felizes!

domingo, 18 de março de 2012

Visibaba: a primavera está aí


O sinal de que a primavera chegou na Croácia são as florzinhas visibaba (galhantus). Quando caminha-se pelas ruas a grama já está verde e algumas coisinhas coloridas apontam de longe. São elas, visibabas, maragaridinhas e outras que não me lembro o nome. Aos poucos as folhas vão esverdeando e tudo vai mudando.
Pra mim, a primavera chegou anteontem. Sentamos num café, no sol, e estava tão quente que comecei a suar! Incrível! Há uma semana o sol parecia que não aquecia, era mais decorativo. De uma hora pra outra tudo mudou, os cafés ficaram cheios e todos nós estávamos lá, como lagartos! Coisa boa! Dizem que chegou a 20 graus aquele dia! É claro de à noite a temperatura baixa bastante e não dá pra ousar sair de casa sem casaco. Mas só de saber que o sol está aqui de volta, já fico radiante!

quinta-feira, 15 de março de 2012

Meu primeiro bobó de camarão


Esse semana experimentei a receita de bobó de camarão do panelinha. Amei! Foi a primeira vez que fiz e a combinação de sabores me deixou no céu! É incrível como algumas misturas dão tão certo. Desde então este prato entrou no meu Top 5!
Recomendo à quem quiser se aventurar também:

segunda-feira, 12 de março de 2012

Castelo na Croácia: Veliki Tabor





Este fim de semana fomos visitar o Castelo Veliki Tabor que foi recém reformado. Gosto muito dele, pois é do início do século XVI, na época em que os turcos estavam atacando a Croácia e era necessário construir fortificações para defender-se. Além de ter a lenda da Veronika de Desinic que dá um charme ao local e região. Resumidamente, é uma história de amor impossível que acaba mal. O local em que se dá os encontros do casal se chama "Gresna gorica" que significa o Monte pecaminoso. Hoje se encontra um restaurante muito simpático, com comida típica e produtos coloniais caseiros. Sempre fazemos uma parada estratégica para recuperar as energias e curtir a paisagem!
A Croácia tem vários castelos, no entanto poucos são usados como museu, hoje em dia. Muitos foram apropriados pelo governo ioguslavo para colocar os militares. Por essa razão se encontram más condições.
Visitar os castelos croatas é uma forma de voltar ao passado, ver o mundo medieval que aprendemos nos livros e conhecer o modo de vida da nobreza da época.
A cultura continental do país tem grande influência austríaca que é bem diferente da costa, que é romana e mediterrânea. Acho muito interessante esses contrastes, pois nos mostram tamanha diversidade e riqueza num mesmo local.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Octógono



Um dos locais que mais gosto em Zagreb é o prédio chamado Octógono. Na verdade, é uma passagem que conecta a Praça das Flores com a principal rua do centro, a Ilica. Ele foi feito no fim do século XIX, é o primeiro deste estilo na região e leva o nome pela forma octogonal do teto. Dentro, há um banco, algumas lojas, além de alguns artistas de rua que tocam para ganhar algum dinheirinho. Adoro passar por lá, ver o sol refletindo na entrada e dar de cara com a Praça das Flores. Um lugar muito agradável para tomar um café, sentar e admirar.
Fotos: Entrada pela Ilica e a Praça das Flores.

terça-feira, 6 de março de 2012

Pita!


Este fim de semana descobri como se faz a pita (tortinha salgada que comentei num dos posts passados). A tradição vem da Bósnia, onde se faz o burek de carne e o resto são pitas de queijo, batata, espinafre, repolho, etc. Acompanhado de iogurte, é o café da manhã ou almoço dos bósnios. Aqui na Croácia se encontram em padarias e Piterias. Desde que fui à Bósnia, incluí nas minhas refeições estas combinações. As vezes, compro pitas congeladas, são muito práticas e saborosas.
A pita da foto, foi feita em nossa homenagem, por uma amiga da mãe do Jerko. Foi usado um quilo de farinha pra poder fazer este tamanhão! Haja trabalho pra esticar a massa, rechear, etc. Como não como carne, o recheio era de espinafre com queijo. O resultado ficou muito bom! Recomendo que provem se tiverem a oportunidade!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Tours em Zagreb e Croácia


Oi, gente! Queria anunciar aqui no blog a nova página da nossa empresa de turismo Kamauf. Como poucos sabem, há um ano abrimos e agora fizemos um site bem legal pra poder conectar com os turistas que vêm pra cá. Lá vocês podem achar os nossos city tours, sugestões de passeios e dicas de locais que valem a pena serem visitados. Fizemos um blog que mostrará detalhes interessantes sobre Zagreb e Croácia e onde estamos à disposição pra qualquer tipo de dica.
Quem puder, dê uma olhada, curta no facebook e nos ajude a divulgar! Valeu!

domingo, 4 de março de 2012

Panquecas no café da manhã


Um costume que adoro, da família do Jerko, é o de comer panquecas no café da manhã. Desde que cheguei, comecei a aderir e passei a gostar muito. Em algumas épocas, o Jerko fazia uma vez por semana, acompanhado de geleia ou nutella! Hmm que delícia!
Ontem à tarde pedi pra que ele fizesse pois me deu uma vontade enorme de comer "banana pancakes". A foto foi tirada quando já tinha começado a comer! Estavam deliciosas! Tínhamos o restinho da geleia de cereja da minha sogra. Ficou muito boa a combinação!
Engraçado que aqui o costume de comer panquecas salgadas não é tão difundido. As vezes, o Jerko faz recheado de cogumelos com legumes, pros amigos e eles adoram!

sábado, 3 de março de 2012

Padarias em Zagreb


Uma coisa que me intriga aqui são as diversas padarias por todas as partes. À cada esquina, conforme o bairro, há duas ou três. A concorrência é grande. Reparei que de um ano pra cá, duas delas, Mlinar e Dubravica, se expandiram rapidamente. Com lugares reformados e ótima apresentação, esses locais têm tomado conta do mercado e deixado de lado as antigas padarias.
Conforme o Jerko, há muitos albaneses e pessoas do Kosovo que trabalham como padeiros. O trabalho é arduo e não se ganha muito. Os pães, comparado à Porto Alegre, são bem mais baratos e não levam imposto (assim como o leite).
Outra coisa que me chama atenção é há variedade enorme de pães, salgados e doces, e a ausência de coisas para beber, exceto iogurtes (pois os croatas bebem acompanhado de tortinhas salgadas). Assim como nos cafés, é muito raro encontrar um lugar para comer um salgado e um café! No começo foi difícil de se acostumar, mas depois encontrei alguns que salvaram a minha situação! Até hoje, sempre que falo com brasileiros, ninguém entende como não se pode comer um pão de queijo acompanhado de um café! A resposta é a seguinte: aqui os impostos para se abrir um local, são maiores quando têm bebidas e comidas. Então é mais negócio abrir só um ou outro.
Acredito que a razão por haver tantas padarias é porque muitas pessoas tomam café da manhã na rua e estudantes almoçam algum salgado ou pedaço de pizza.